Voltou tudo… dos Árbitros à Amarelinha! É regabofe…

Quem não se lembra das histórias de agressividade excessiva que ex-jogadores daquele clube reportaram uns anos mais tarde e que atribuiram como consequência da “Amarelinha”?

Aposto que o Corona, já sem o efeito da “bomba” hoje olha para esta foto e pensa? “WTF… porque raio fiz eu isto?”, um recuerdo do amigo Fernando Mendes:

 

«Lembro-me de um jogo das competições europeias contra uma equipa que tinha três campeões do mundo no seu plantel. Um deles era um poderoso avançado no jogo aéreo. (…) Apanhei-o várias vezes no meu terreno de acção. Ele era um armário, com um tremendo poder de impulsão. Mas nesse dia eu saltei que nem um louco e ganhei-lhe quase todas as bolas de cabeça (…) O meu segredo: uma pequena vacina, do tamanho de meia unha, chamada Pervitin» 
 «Em certos treinos víamos um ou dois juniores que apareciam para treinar connosco. Esses juniores não estavam ali porque eram muito bons ou porque tinham de ganhar experiência. Estavam ali para servirem de cobaias a novas dosagens. Um elemento do corpo clínico dava cápsulas ou injecções com composições ilegais a miúdos dos juniores (…) Diziam-lhes que eram vitaminas e que a urina era para controlo interno» 

 

Site Footer